Textos





Didática
COMO RESOLVER PROBLEMAS DE 
DISCIPLINA EM SALA DE AULA 




O que pode causar problemas de disciplina?

Resposta: 1-As Crianças / 2-A sala / 3-O professor



1 - AS CRIANÇAS 

Crianças inquietas 
Têm um período breve de atenção; Ficam mais agitadas quando o professor dá uma aula e não permite que eles participem; Não conseguem ficar sentadas por muito tempo sem atividades com movimentos.
Sugestões: Supere isto com a participação delas com cânticos rápidos com movimentos e por último cânticos lentos, porém nada que as deixe mais agitadas; brincadeiras de visão; atividades enquanto repetem versículos para memorizar; antes de começar uma história cante algo para chamar a atenção, etc. Muito bom também são atividades de recortar, colar, montar, que as deixe ocupadas com atividades manuais.

Crianças egocêntricas

Querem ser o centro das atenções; Não pensam nos sentimentos dos demais.

Sugestões: Supere isto com conselhos pessoais e muita oração. Cristo deve ser preeminente na vida, não o “eu”. O amor pensa nos outros! Realize atividades em duplas, trios, divida responsabilidades, peça ajuda na arrumação, no lanche; explique a importância de amar, cuidar, servir o outro. 
Crianças desenfreadas
Fazem o que querem em casa; Impacientes, rudes, iradas, ciumentas.
Sugestões: Supere isto com o ensino da palavra por preceito e exemplo. Dê formas específicas em que as crianças possam ser amáveis. Dê exemplo de personagens bíblicos que pensavam antes de agir. Lembre-as o local em que estão, o motivo de estarem na Igreja e o que Deus pensa de tais atitudes. 

Crianças maliciosas

Podem estar passando por situações difíceis em casa (por exemplo: divórcio, pais negligentes, abuso, doenças mentais...); Má escolha de amizade; Violência vista na televisão, Falta de modelos apropriados, Uso de álcool ou drogas.
Sugestões: Supere isto ao ensinar e viver o amor de Cristo. Ore constantemente por esta criança; ela necessita da ajuda de Deus. Confie que o Senhor fará que a Palavra de Deus toque em seu coração e tenha vitória .



2- A SALA 


  • Uma sala desordenada leva as crianças a serem desordenadas; 
  • Pouca luz ou muito brilhante;
  • Sala muito fria ou muito quente;
  • Cadeiras de tamanho inadequado;

Sugestões: Remova as distrações antes da aula; Recolha os brinquedos que as crianças tenham trazido antes da aula; Diminua as interrupções.

3- O PROFESSOR

Falta de preparo, falta de organização
Professor que não prepara a aula com antecedência, fica perdido em sala e não sabe o que fazer.
“Maldito o que faz com negligência o trabalho do Senhor”. (Jeremias 48:10)
Professor que deixa as crianças dominarem o ambiente, fazerem tudo o que querem, deixa os brinquedos pelo chão, cadeiras desarrumadas, papel, tesoura, lápis e outros materiais espalhados pela classe. As crianças são desorganizadas por natureza, o professor não pode ser; ao contrário, deve ensiná-las e treiná-las a serem organizadas.
Sugestões: Faça um esboço da aula; pratique-a em voz alta; Planeje um horário para seu tempo de ensino; Decida como ensinar o versículo; Organize os visuais e ponha-os na ordem em que vai usá-los. Ao entregar um material ou brinquedo só o faça depois de guardar o que não será mais utilizado. Incentive as crianças a recolherem o que cai no chão, a jogar o lixo no lixo.
Faça uma dinâmica, uma atividade atrativa com músicas, movimentos, brincadeiras ou fantoches para introduzir a aula.
Falta de autoridade
Sugestões: Imponha autoridade por sua atitude e exemplo; Não seja autoritário nem permissivo. O tom de voz é muito importante, falar olhando nos olhos da criança, falar pausadamente.
Linguagem pobre
Sugestões: A mudança do tom, ritmo e volume ajudará a manter a atenção; Na medida do possível, modifique o tom de voz dos personagens da história que está contando. Não use palavras que estejam muito abaixo do nível de seus alunos, não os trate como bebês, nem use vocabulário que não possam entender. Seja equilibrado.
Mau exemplo
Sugestões: O professor tem que viver o que ensina; Não se distraia com conversas com outros professores na hora da aula. No momento da aula, você precisa ter toda sua atenção voltada para as crianças. Mesmo no momento das brincadeiras, é importante que você se aproxime delas, conquiste as que são frias e distantes, brinque com elas, converse, você precisa fazer parte da vida delas.

VEJA A EQUAÇÃO:


Oração + Preparação adequada + Apresentação apropriada da lição =


Um aluno sem problema de disciplina.

O professor é a chave para uma classe bem disciplinada. 

OUTROS LEMBRETES IMPORTANTES!
1) Seja coerente: faça o que diz! Não prometa ou faça ameaças que não possa cumprir.
2) Não se desculpe por inabilidades
3) Evite correções verbais constantes como: “Calem-se”, “Sentem-se quietos!” Ao contrário, quando estiverem muito desordenados, chame-os para outra atividade.
4) Use uma forma positiva como: “Queridos, andem sem fazer barulhos...” em vez de: “Não corram!”...
5) Evite gritar; Elogie as crianças livremente; especialmente as mais bagunceiras quando estiverem comportadas.
6) Deixem que se divirtam antes ou depois da lição; use brincadeiras e músicas movimentadas. Crianças possuem muita energia e precisam gastá-la de alguma forma; se não for fazendo atividades dirigidas pela professora, será fazendo bagunça.
7) Prepare ATIVIDADES EXTRAS, como jogos (ex: vivo ou morto, dança da cadeira), caso o culto se estenda.
8) Mesmo que tenha apenas 1 criança na sala, não deixe passar a oportunidade de ensiná-la. Valorize-a!
9) PROCURE AJUDA! Chame os líderes e/ou os responsáveis pela criança que não se comporta.
Como podemos prevenir que os problemas de disciplina aconteçam?

  • A disciplina não depende de ter um grupo de alunos com bons modos, senão de ter um professor que combate os problemas antes que surjam. 
  • Descubra seus alunos (Pastoreie-os). 
  • Veja a criança como um indivíduo. 
  • Conheça as características básicas da idade das crianças com quem trabalha. 
  • Compreenda que as crianças diferem em necessidades e respostas. 
  • Conheça o que há por trás de cada criança, seus interesses, ambições, dificuldades, necessidades, níveis de maturidade,... 
  • Interceda por elas; 
  • Saiba estabelecer bons modos. Dê instruções claras. Diminua suas exigências e expectativas; estabeleça regras 
  • Corrija o comportamento errado com amor; 
  • Investigue a sua vida. Você está agindo como um exemplo que as crianças devam seguir? 
  • Planeje sua lição/ aula; 
  • Demonstre amor e atenção por cada criança. Aceite a criança do jeito que ela é: olhe além da superfície. 
  • Dê a criança palavras de estímulo. Ouça o que ela diz e como diz; 
  • Introduza seus alunos na vida cristã, discipulando-os, ensinando valores e princípios cristãos; 
  • Nunca perca o controle! Você não ganhará o controle da classe, perdendo seu autocontrole. 
  • O professor precisa estar calmo, cheio do Espírito, controlado pelo Espírito. Deus nos adverte quanto à ira (Prov 14:17,29; 15:1,18: 16:32; 19:11; 25:28,29:20,22); 
  • Assegure-se de evangelizá-las e educá-las. 
  • Leve-os à Cristo. 
  • Ensine-lhes a Palavra para que possam crescer. 
 
___________________________________________


Família Feliz!

1. Quem tomou a iniciativa de formar a família?
Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Gênesis 1:27
2. Como Deus formou a primeira família? Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre o homem, e este adormeceu; tomou-lhe, então, uma das costelas, e fechou a carne em seu lugar;
e da costela que o Senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem.
Então disse o homem: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada.
Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne. Gênesis 2:21-24
3. Quais alguns dos objetivos para os quais Deus estabeleceu a família? a) Gênesis 2:18
Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea.
b) Gênesis 1:28 
Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra.
c) Eclesiastes 9:9 
Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias da tua vida vã, os quais Deus te deu debaixo do sol, todos os dias da tua vida vã; porque este é o teu quinhão nesta vida, e do teu trabalho, que tu fazes debaixo do sol.
4. Como Jesus apoiou a instituição do casamento ou da família?Foi também convidado Jesus com seus discípulos para o casamento. S. João 2:2
5. Quem é a âncora segura para a família?Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Salmo 127:1
6. Quem deseja estar presente em cada lar? Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo. Apocalipse 3:20
Nota:"A família bem ordenada se torna uma fortaleza contra a onda de vícios e imoralidade que invadem o mundo; porque o coração da sociedade, da igreja e da nação é o lar. Portanto, a felicidade da sociedade, a prosperidade da nação dependem das boas famílias."

Nota:"A família bem ordenada se torna uma fortaleza contra a onda de vícios e imoralidade que invadem o mundo; porque o coração da sociedade, da igreja e da nação é o lar. Portanto, a felicidade da sociedade, a prosperidade da nação dependem das boas famílias."
_________________________________________________________________

ENSINE SEU FILHO SER HOMEM

Recebi esse texto como recomendação da nossa querida Rachel Santos e achei realmente de muita valia para a Escola Dominical, por isso estou compartilhando com vocês!

Bom tema para a escola bíblica
Por: Gilson Bifano
Vivemos numa sociedade onde os valores não são mais absolutos. Influenciado pela pós-modernidade, alguns valores se tornaram relativos.

Isso tem uma implicação na sexualidade humana. Nos dias de hoje, ser homem ou mulher já não é mais uma questão de genética “XY” ou “XX”. Os meninos e as meninas nas escolas estão sendo ensinados que tudo é uma questão de opção sexual.

Se até a década de 70 esses valores eram absolutos, hoje já não são. Muitos livros didáticos já tratam, sem nenhum pudor, esses conceitos. O mesmo acontece através dos meios de comunicações.

A igreja e a família devem estar atentas aos movimentos liberais que tentam influenciar a orientação dada às crianças.

Para tanto alguns caminhos precisam ser trilhados pelos pais e líderes religiosos para que tenham sucesso na educação sexual das crianças e adolescentes.

O primeiro deles é não se deixar ser influenciado pelo movimento liberal que tenta, por todos os meios, fazer com que se aceite que a homossexualidade seja algo aceitável e até incentivada quando um adolescente, por exemplo, tem tendências homossexuais. Firmar posição contra a prática homossexual vai custar caro, mas se queremos, antes de tudo, agradar a Deus, não haverá outro caminho.

O segundo caminho é estar atento ao crescimento do filho ou filha e procurar enxergar comportamentos que tendem ao homossexualismo. Meninos andam diferentemente de meninas. Meninos falam diferentemente de meninas. Meninos sentam de maneira diferente de meninas. Se os pais notarem algo diferente no comportamento, na fala e no jeito de andar, deve, sem humilhar e de maneira amorosa e corajosa ensinar como meninos andam, falam e se comportam.

Deve também estar atento ao universo que os filhos estão sendo criados. Meninos de hoje, na sua grande maioria, estão sendo criados num mundo de mulheres. É só olhar para escolas, igrejas e para as próprias famílias.

É raro encontrar uma escola, especialmente na educação infantil, a presença masculina no quadro de professores. O mesmo acontece nas igrejas. Quem trabalha no departamento infantil geralmente são mulheres. Nas famílias, filhos estão sendo criados pelas babás, avó, tias. Meninos precisam ter contato com homens que lhes sirvam de referencias positivas de masculinidade. Os meninos precisam de homens para ajudá-los a estabelecer sua masculinidade de modo apropriado.

Diálogo também é importante. Pais e líderes religiosos precisam conversar com crianças e adolescentes sobre temas ligados à sexualidade, mostrando-lhe que Deus criou macho e fêmea, homem e mulher. Precisa-se inculcar na mente e no coração das crianças e adolescentes a preciosidade de ser de homem ou mulher, porque assim Deus desejou.

ADQUIRA E LEIA: "A RESPONSABILIDADE DOS PAIS NA EDUCAÇÃO SEXUAL DE SEUS FILHOS".

________________________________________________________________________________

 

Escola Bíblica Dominical - Igreja de Nova Vida do Méier Copyright © 2011 Designed by Ipietoon Blogger Template and web hosting